sexta-feira, 8 de abril de 2011

Networking

O profissional de eventos precisa ser articulado, antenado e, principalmente, saber se relacionar com diferentes tipos de pessoas. Hoje, estas qualidades são muito importantes no competitivo mercado de trabalho. Neste sentido, criar e manter uma rede de contatos é o passaporte para uma carreira bem sucedida no mundo dos eventos. Para usar o termo adequado, é o networking que vai fazer toda a diferença.

Parece fácil, mas não é, pois networking não é falar com todo mundo, estar sempre sorrindo, ter uma lista enorme de contatos. É muito mais que isso. É ter contatos profissionais, que são diferentes dos amigos pessoais. Os contatos profissionais devem ser capazes de gerar novas oportunidades, parcerias, abrir frentes de trabalho para você e os que fazem parte da sua rede, numa via de mão dupla. Se você ainda não deu a devida importância a isso, comece agora! Veja algumas dicas para construir e manter networking.
  • Compareça aos eventos para os quais foi convidado - agindo assim, você estará prestigiando a pessoa que o convidou e certamente gerará oportunidades de novos convites. Lembre-se do velho ditado: "quem não é visto, não é lembrado"
  • Esteja sempre com o seu cartão de visitas - ele é a expressão visual da sua identidade. Por isso, é importante no momento em que você o entrega a alguém que acabou de conhecer ou a uma pessoa que reencontrou e deseja retomar contato. É como uma senha para que, de posse dele, a pessoa sinta-se à vontade para procurar você posteriormente
  • Cultive a gentileza - pequenas gentilezas, como a lembrança da data do aniversário, um presente de natal, serão notadas e guardadas na memória daqueles que as receberem de você. Não lembre da sua rede de relacionamentos só na hora do sufoco, mantenha sempre contato
  • A posição hierárquica é relativa - tenha sempre em mente que o assistente de hoje pode ser o presidente de uma empresa amanhã. Portanto, trate a todos com delicadeza e não despreze um contato por causa da sua posição hierárquica na empresa.
 Mas tome cuidado: construir uma rede de relacionamentos é bem diferente de um "jogo de interesses". Lembre-se que a ética deve estar sempre presente nos relacionamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário