sexta-feira, 12 de outubro de 2012

DIA DAS CRIANÇAS


Se você ainda consegue:

Ser alegre e tagarela
Procurar desenhos nas nuvens
Perguntar o porquê das coisas
Dar pulos no colchão
Ter tempo para fazer nada
Ficar um tempo calada (o)
Falar pelos cotovelos... 

Se você ainda tem:

Quem te penteie os cabelos
Quem te trate com afeição
Quem te imponha limites
Quem te deixe também dizer não 

Se você ainda curte:

Um filme que tenha robô
Ver mágico de cartola
Lamber fundo de panela
Pisar descalço (a) no barro
Brincar debaixo da chuva
Contar estrelas no céu...

Então, posso afirmar que 12 de outubro é seu dia
e você está de parabéns 

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

terça-feira, 9 de outubro de 2012

CERIMONIAL

 
Na aula de Cerimonial e Protocolo, a professora Cristiane Esteves explica como montar uma mesa, de acordo com as normas de etiqueta.
 
 

sábado, 6 de outubro de 2012

Integração das Turmas do Curso de Eventos


No intervalo das aulas, no campus Tijuca da UVA, uma pausa para a foto.





 
 
 

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

PRIMAVERA

A primavera é a estação do reflorescimento. É quando a natureza se abre
em flores, cores, vida...
             




Um brinde a este espetáculo!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Aula Inaugural do Curso de Eventos

Estão abertas as inscrições para o curso de pós-graduação lato sensu em Gestão Estratégica de Eventos da Universidade Veiga de Almeida no campus Barra. A aula inaugural será no dia 06 de outubro.
O curso é realizado aos sábados, quinzenalmente, das 8h às 18h, e é destinado a graduados em Relações Públicas, Jornalismo, Publicidade, Marketing, Turismo, Hotelaria, Administração, Secretariado Executivo e demais interessados na organização de eventos.
O objetivo é qualificar profissionais para uma atuação pró-ativa e eficaz no planejamento e organização de eventos.
Serão abordados eventos corporativos, sociais, culturais e esportivos, com estudo de casos e visitas guiadas a eventos de médio e grande portes, de modo a articular a teoria com a prática.

 Mais informações e inscrições: www.uva.br/cursos/pos-graduacao/gestao-estrategica-de-eventos

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Os Eventos na Era Moderna




Com a Revolução Industrial muita coisa mudou na sociedade, o que afetou diretamente o campo dos eventos. A economia manual foi substituída pela mecanizada. Desenvolveram-se meios de transporte e de comunicação. Essa evolução demandou estudos e pesquisas, acarretando o surgimento de eventos técnicos e científicos. Exemplos desses tipos de eventos são os congressos, simpósios, conferências, etc. O primeiro congresso aconteceu em 1681, em Roma - Congresso de Medicina Geral.

As feiras e exposições tornaram-se verdadeiras organizações comerciais planejadas.  Passaram a motivar as pessoas a se deslocarem em busca de informações e comercialização de produtos. As viagens passaram a ter também interesse profissional. Os Jogos Olímpicos foram reativados. Em 1896, Atenas sediou a primeira versão do evento da Era Moderna.  A primeira Copa do Mundo aconteceu em 1930, no Uruguai.

Os avanços do séc. XX foram a mola propulsora do desenvolvimento dos eventos, transformando-os em fonte econômica e social. Os megaeventos começam a se sobressair, destacando-se a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

sábado, 5 de maio de 2012

Os Eventos da Idade Média


A Idade Média, por sua vez, deu pouca importância aos eventos, sendo que dois tipos deles marcaram aquela época: os de caráter religioso – concílios e representações teatrais – e os de caráter comercial – feiras. O público dos concílios eram os membros do clero e o das feiras eram os mercadores.
O concílio – nome que se dá até hoje à reunião eclesiástica – era a reunião de membros do clero com o objetivo de estudar, debater e discutir temas relacionados à doutrina e aos dogmas da Igreja Católica.
As representações teatrais – que deram origem ao teatro atual, foram produzidas visando quebrar a monotonia dos rituais da missa. A encenação de uma passagem bíblica facilitava a compreensão do público. Com o passar do tempo, o teatro religioso foi ganhando fama e atraindo pessoas. As Igrejas tornaram-se pequenas para sua apresentação. Daí, a encenação em ruas, praças públicas e anfiteatros.
As feiras foram os eventos mais importantes da Idade Média e tinham o mesmo conceito das atuais – a exposição de produtos cultivados ou manufaturados pelos expositores, visando a conquista de clientes. A feira mais antiga data de 427, em Champagne, França

terça-feira, 1 de maio de 2012

Dia do Profissional de Eventos

Parabéns a todos os profissionais que se dedicam a esta fascinante atividade de organizar eventos!

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Os Eventos da Antiguidade

Os eventos sempre fizeram parte das sociedades, desde as mais antigas até as atuais. O homem sempre criou reuniões, genericamente chamadas de eventos, com a finalidade de ampliar seus relacionamentos e o convívio em família, no trabalho, na escola ou no lazer, e de quebrar a rotina dos seus afazeres cotidianos. De uma maneira geral, pode-se dizer que o evento tem uma característica básica - propiciar uma ocasião especial para o encontro de pessoas, que se reúnem com um objetivo específico.
O primeiro evento registrado na história foram os Jogos Olímpicos da Antiguidade, realizados pela primeira vez em 776 a .C, em Olímpia, Grécia. Devido ao sucesso, o evento passou a ser realizado de quatro em quatro anos, durante mil anos, expandindo-se para outras cidades gregas. A mobilização das pessoas era tamanha que havia até trégua das guerras, muito comuns naquela época. Com o fim da era conhecida como Antiguidade, o evento foi suspenso até 1896, ano que marcou a primeira versão dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, em Atenas.
O Carnaval é outro evento que surgiu na Antiguidade, em 500 a. C, com as Festas Saturnálias. Além de lazer, permitiam representações de desejos, esperanças e folclore das cidades greco-romanas. O primeiro evento com caráter informativo aconteceu em 377 aC, em Corinto, Grécia, e foi denominado Congresso. Tratava-se de uma reunião de todos os delegados das cidades gregas para discutir questões de interesse público.
Podemos dizer, assim, que a Era Antiga contribuiu para o embrião dos eventos de hoje, com a difusão do espírito de hospitalidadede organização, da necessidade da infra-estrutura logística e segurança nas estradas.

domingo, 22 de abril de 2012

Dia da Terra

Dia 22 de abril, Dia da Terra. Salve!

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Rio Eu Amo Eu Cuido

O Rio de Janeiro é amado por muita gente no mundo inteiro, não só pelos cariocas. Mas só amar não basta, é preciso cuidar para preservar a cidade. Esta é a proposta do Movimento Rio Eu Amo Eu Cuido, criado por voluntários apaixonados pelo Rio. A ideia é promover pequenos gestos que fazem a grande diferença no dia-a-dia e contribuem para a qualidade de vida da cidade. Como exemplo, podemos citar plantar árvores e zelar pela sua preservação, não sujar as praias, parques e áreas livres, só atravessar as ruas na faixa de pedestres, enfim, amar e cuidar da cidade é uma questão de atitude!
Quem quiser saber mais sobre o Movimento visite o site rioeuamoeucuido.com.br

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Páscoa


Domingo de Páscoa, data para reunir a família, vibrar com as crianças abrindo os ovos, se deliciar com os sorrisos e o chocolate. É também tempo de celebrar a renovação da vida, de abrir a porta para a esperança, o afeto, a generosidade, a comunhão, que compõem o significado desta data comemorativa,  uma das mais importantes da sociedade ocidental.
Feliz Páscoa para todos!

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Tipos de Eventos

Os eventos podem ser de diferentes tipos e formatos. Os mais comuns são:

Mesa-Redonda - os expositores, sob a coordenação de um moderador, têm um tempo limitado para abordar o assunto. Em seguida, a plateia pode encaminhar perguntas à mesa

Convenção - é promovida por entidade empresarial ou política, a fim de eleger seus representantes. Por exemplo, reunião de membros de um partido político para escolha de candidatos ou de acionistas de uma empresa para escolha de seu presidente

Congresso - é realizado em vários dias, contendo outros encontros de menor porte na sua programação. É promovido por entidades científicas, associativas com a finalidade de estudar temas ligados a uma determinada área. A proposta é chegar à conclusões que podem ser adotadas após a sua realização

Seminário - a exposição é feita por uma ou mais pessoas com a presença de um coordenador. O assunto exposto é do conhecimento da plateia, que participa em forma de grupos

Fórum - caracteriza-se pela discussão e debate. Os expositores fazem a apresentação e a plateia participa com questionamentos. Ao final, o coordenador da mesa colhe as opiniões e apresenta uma conclusão que expressa a opinião da maioria

Jornada - são encontros de categorias profissionais para discutir assuntos da área. É promovido por entidades de classe, com duração de vários dias

Workshop - são encontros onde há uma parte expositiva, seguida de demonstração do objeto/produto que gerou o evento. Poderá fazer parte de um evento de maior amplitude






quarta-feira, 4 de abril de 2012

Bibliografia sobre Eventos


Muita gente me escreve pedindo indicação de livros sobre eventos. Respondendo a todos, publico aqui uma bibliografia que acho interessante, abordando vários ângulos sobre o assunto.

BETTEGA, Maria Lúcia. Eventos e cerimonial. Caxias do Sul: EDUCS, 2006.
GIACAGLIA, Maria Cecília. Eventos: como criar, estruturar e captar recursos. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2006.
___________________. Organização de eventos - teoria e prática. São Paulo: Cengage Learning, 2003.
MATIAS, Marlene. Organização de eventos: procedimentos e técnicas. São Paulo: Manole, 2007.
MEIRELLES, Gilda Fleury. Eventos: seu negócio, seu sucesso. São Paulo: IBRADEP, 2003.
MELO, Francisco Paulo. Criatividade em eventos. São Paulo: Contexto, 2004.
_________________ . Marketing de eventos. Rio de Janeiro: Sprint, 2003.
PAIVA, Hélio Afonso Braga; NEVES, Marcos Fava. Planejamento estratégico de eventos. São Paulo: Atlas, 2008
TENAN, Ilka Paulete Svissero. Eventos. São Paulo: Aleph, 2002
WATT, David. Gestão de eventos em lazer e turismo. Porto Alegre: Bookman, 2004
ZAANELLA, Luiz Carlos. Manual de organização de eventos. São Paulo: Atlas, 2008.

domingo, 1 de abril de 2012

Dicas para Produzir Eventos Criativos


Criatividade é a realização prática de um potencial pessoal por meio de um processo que permite encontrar ideias novas, úteis e originais. Portanto, criatividade é uma novidade capaz de acrescentar algo em seus conhecimentos.
O evento de sucesso está intimamente ligado à criatividade, uma vez que, ao participar de um evento as pessoas esperam:

ü  Sair da rotina
     ü  Uma experiência prazerosa

ü  Participar de alguma forma
     ü  Novos conhecimentos

ü  Relacionamentos

Algumas estratégias podem ser adotadas para realizar eventos criativos:

sexta-feira, 30 de março de 2012

Turismo de Eventos

O turismo de eventos, isto é, aquele praticado com interesse profissional ou cultural está em expansão no Brasil. Congressos, convenções, simpósios, feiras e afins são os responsáveis pelo turismo de eventos. Atualmente, a participação em eventos vem sendo valorizada no currículo de qualquer profissional. Além dessa motivação para participar de um evento, está a oportunidade de fazer turismo.
Por criar fluxo turístico, a promoção de eventos vem sendo considerada a atividade que mais retorno econômico e social dá aos país e à cidade que os sedia. Um evento geralmente proporciona prestígio ao local e gera mídia espontânea. Por isso, turismo de eventos é uma das formas que as cidades usam para promover sua imagem. Desse modo, pode-se dizer que o mercado de eventos está diretamente ligado à atividade turística.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Sobre como Organizar Eventos

Este foi o tema da entrevista que dei para o informativo da Universidade Veiga de Almeida, o UVA em Foco. Achei que poderia interessar aos leitores deste blog, por isso estou publicando aqui.

UVA em Foco - Normalmente, pessoas que gostam de fazer seus  próprios eventos têm quais características?
Aprendendo Eventos: São pessoas empreendedoras, criativas, com elevado grau de iniciativa e sociabilidade.

UVA em Foco - Qual a primeira coisa que uma pessoa que quer começar a organizar seu próprio evento precisa saber?
Aprendendo Eventos: Em primeiro lugar, precisa conhecer bem seu público-alvo para organizar um evento de acordo com gostos e interesses desse público e, em seguida, fazer um planejamento nos mínimos detalhes, pois evento não é improviso.

UVA em Foco - O que não pode faltar em um evento?
Aprendendo Eventos: Não pode faltar é uma boa organização, que é o que garante que os participantes se sintam bem e integrados ao evento.

UVA em Foco - Qual a importância do checklist e da  organização do ambiente no qual vai acontecer o evento?
Aprendendo Eventos: O check list é uma ferramenta imprescindível na organização de um evento, que é realizado em várias etapas e começa bem antes da data marcada para os participantes. O check list permite a visualização das tarefas realizadas e não realizadas, desde a logística, recursos humanos e materiais, divulgação, alimentação, até a captação de recursos. Agindo assim, pode-se detectar as falhas para saná-las o mais rápido possível. O ambiente é efetivamente o espaço em que o evento acontece, portanto, é de fundamental importância. Hoje, um ambiente deve proporcionar conforto e segurança, além de ser agradável e decorado com bom gosto e bom senso.

UVA em Foco - Quais os principais erros cometidos por     organizadores de eventos?
Aprendendo Eventos: Não entender a concepção do evento e criar um formato, ou seja, definir um local, uma data, uma hora e atividades que não condizem com o público, o orçamento ou o que se espera do evento.

UVA em Foco - Quais as principais dicas que você poder dar     para quem quer começar a organizar eventos próprios?
Aprendendo Eventos: Estar ciente de que o bom evento não é, necessariamente, o que tem maior investimento. A criatividade e o bom senso contam muito para quem está começando neste ramo. O evento é feito para o cliente/participante e não para o organizador. Manter sempre uma postura ética e profissional com clientes, fornecedores e público em geral. Por fim, estar ciente de que nem tudo dará 100% e que se pode aprender com os erros para não repeti-los nos próximos eventos.

UVA em Foco - É possível trabalhar profissionalmente com     produção e organização de evento?
Aprendendo Eventos: Sim claro, e já é uma realidade para muitos profissionais, seja como autônomos, seja como colaboradores de organizações de todos os portes e setores ou proprietários de suas próprias empresas.

UVA em Foco - Esse é um mercado em potencial crescimento?
Aprendendo Eventos: Sim. O mercado de eventos está em plena expansão e, consequentemente, começa a requerer profissionais qualificados, com formação acadêmica voltada para esta área. Os grandes eventos que acontecerão em breve, principalmente no Rio de Janeiro, como a Rio+20, a Copa do Mundo e Olímpíadas, aliados ao fato de que as organizações começam a entender que o evento é uma ótima ferramenta de promoção de seus negócios, estão contribuindo para que este mercado seja cada vez mais promissor.










domingo, 11 de março de 2012

Mercado de Eventos Aquecido


Com tantos eventos programados para acontecerem no Brasil e, particularmente no Rio de Janeiro, entre os principais, a Rio +20 em junho deste ano, Copa do Mundo em 2014 e Olimpíadas em 2016, o mercado de eventos está ficando aquecido. O interessante é que cada vez mais, exigem-se profissionais qualificados na área, com domínio das técnicas e competências para atuarem em eventos com profissionalismo. Prova disso é a vaga que o Senai/Cetiqt está oferecendo, com os seguintes requisitos: superior completo em Administração ou Relações Públicas, desejável pós-graduação em Gestão de Eventos, experiência em coordenação, organização e execução de eventos internos e externos, conhecimentos do pacote Office e de inglês. Interessados devem enviar currículo até 16/3 para rh@cetiq.senai.br, assunto: Eventos.

quinta-feira, 8 de março de 2012

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

"Fiz a escalada da montanha da vida removendo pedras e plantando flores."
                                                                                           Cora Coralina


Esta frase de Cora Coralina é significativa para as mulheres de hoje, que exercem vários papéis e lutam por manter viva a essência feminina que há nelas. Feliz Dia Internacional da Mulher!

segunda-feira, 5 de março de 2012

ENCONTROS DE CONVIVÊNCIA

 São eventos que reúnem pessoas para um momento de descontração, integração ou até mesmo negócios, e apresentam diferentes formatos:

Coquetel - é um encontro no qual as pessoas circulam pelo ambiente, sendo servidas por garçons ou servindo-se em uma mesa estrategicamente colocada. Salgadinhos variados e bebidas constituem o cardápio do coquetel party; se acrescido de um prato quente é o coquetel souper; todo esse cardápio servido em uma mesa é o coquetel buffet. Esse tipo de encontro é realizado por ocasião de homenagens a alguém, depois ou durante vários tipos de eventos, despedidas, etc.

Almoço ou jantar - realizados por ocasião de comemorações, homenagens, programa de visitas, etc. Podem ser em restaurantes, clubes, hotéis, refeitórios de empresas, com a devida reserva, e o cardápio previamente escolhido. Cabe ao organizador ser o primeiro a chegar para a distribuição dos lugares e ficar até o final para o acerto de contas.

Banquete - é um encontro suntuoso e solene com considerável número de pessoas. Destaca-se dos anteriores pela qualidade dos serviços, com baixelas, talheres e decoração requintadas.

Churrasco - é um evento popular, geralmente indicado para confraternizações. Têm, quase sempre, duração de um dia inteiro, daí a necessidade de os responsáveis organizarem atividades paralelas para as diversas faixas etárias presentes.

Happy Hour - é uma reunião de final de tarde, na saída do trabalho, geralmente promovida por bares, restaurantes e hotéis, mas que pode ser oferecido pela própria empresa em seu ambiente físico. O cardápio é semelhante ao de um coquetel reforçado, podendo surgir brincadeiras e jogos entre os participantes

Brunch - é oferecido em substituição ao café da manhã e almoço, no meio do dia. Para os americanos, país de onde foi trazido, é uma mistura de breakfast e lunch. São servidos café, leite, chá, chocolate, sucos diversos, vinho branco, frios, frutas, omeletes, panquecas, tortas doces e salgadas, canapés, carnes brancas. Este tipo de serviço requer mesa decorada com flores, pratos e talheres. É um tipo de encontro muito indicado para reuniões empresariais no período da manhã

Coffee-break - é oferecido no intervalo de eventos, em mesa devidamente decorada a estrategicamente colocada, na qual os convidados podem se servir de uma variedade de salgados, doces, sucos, chás, café, água, etc.

Café da Manhã - são encontros de natureza profissional nos quais antes da exposição dos assuntos de interesse dos convidados, é servido o café, geralmente composto por frutas, sucos, sucrilhos, leite, omeletes, pães, manteiga, geléias, chá, chocolate, bolos, torradas, tortas, etc. É servido de maneira tal que não atrapalhe a dinâmica dos trabalhos.

COMO ELABORAR PROJETO DE EVENTO

O projeto é o resumo analítico da ideia do evento. É o resultado obtido ao se projetar no papel tudo o que é necessário para o desenvolvimento do conjunto de atividades de um evento.

Componentes de um Projeto de Eventos

1- Identificação do Projeto
1.1- Título do Evento
1.2- Tema Central
1.3- Empresa Promotora
1.4- Equipe Responsável
1.5- Período de Realização
1.6- Local

2- Objetivos
É a definição dos resultados esperados com a realização do evento. Devem ser previstos instrumentos para a mensuração do alcance dos mesmos. Detalhe importante: É preciso que sejam identificados os objetivos do evento para os patrocinadores.

3- Justificativa
Deve-se explicitar o motivo pela escolha do projeto. A justificativa enfatiza a popularidade daquele tipo de evento na cidade ou região, entre outros fatores determinantes da escolha. Deve conter dados sobre a sinergia do evento com o patrocinador em termos de público, local, mix de marketing e período de realização.

4- Público-Alvo

Definição de quais empresas ou pessoas, de quais segmentos, regiões geográficas e perfis serão convidadas a participar do evento. Essa definição deve corresponder às expectativas traçadas nos objetivos.

5- Formato do Evento
- Data
- Local
- Atividades
- Programa

6- Plano de Merchandising
Discriminação de todas as peças de merchandising (bonés, camisetas, etc. com seus respectivos desenhos). No caso de faixas, letreiros, etc. deve-se identificar seus pontos na planta do local do evento.

7- Plano de Divulgação
Consiste no plano de mídia (tabela de uso dos meios de comunicação – jornal, TV, rádio, Internet) e na contratação dos serviços de assessoria de imprensa e relações públicas.

8- Plano Promocional
Compreende o elenco de ações promocionais a serem realizadas antes, durante a após o encerramento do evento (sorteios, distribuição de convites, de amostras do produto, etc.)

9-Orçamento previsto